fique por dentro

CURSO DE PROCESSAMENTO DE CAFÉ Q-PROCESSING

O objetivo do curso é inserir cada vez mais qualidade no café ao final dos processos

Por: Carol Silvério
03/07/2018

Fazenda Santa Cruz recebeu equipes da BSCA e do CQI para a realização do Curso de Processamento de Café Q-Processing


O Instituto de Qualidade do Café (Coffee Quality Institute – CQI), conhecido por desenvolver o conceito e treinar Q Graders ao redor do mundo, criou recentemente um Certificado de Processamento de Café a nível de fazenda e firmou uma parceria com a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), da qual se originou um curso de Processamento de Café chamado de "Q-Processing".

 

O principal objetivo do curso é inserir cada vez mais qualidade no café ao final dos processos, aprofundando conhecimentos sobre os principais métodos e tecnologias de processamento pós-colheita e acrescentando boas práticas dentro da cadeia de ações pelas quais o produto passa.

 

Nos dias 26 de junho a 1º de julho, a Fazenda Santa Cruz recebeu equipes da BSCA e do CQI para a realização do curso “Q-Processing”. Ministrado por Joel Shuler (proprietário da Casa Brasil Coffees, importador e torrador de café em Austin, Texas, e especializado em cafés brasileiros de alta qualidade), o curso teve duração de seis dias. Foram dias intensos e de muitos aprendizados!

 

Entre os principais assuntos que o curso engloba estão as vantagens da produção pelas vias úmida (cereja descascado, lavado e/ou despolpado) e seca (natural). Aulas teóricas e práticas foram ministradas, além de degustações sensoriais nos laboratórios de qualidade da Fazenda.

 

As aulas contaram com debates sobre alguns tópicos essenciais no processo de pós-colheita, como anatomia do fruto do café e suas formas de classificação; impacto da forma de processamento na xícara; cupping comparativo dos principais métodos e dos protocolos de fermentação; fermentação dos cafés lavados, desmucilados e naturais; processo de secagem; comparativo de secagem natural e secagem mecânica; questões de sustentabilidade, como aquecimento global e poluição da água, entre outros.

 

De acordo com a BSCA, o curso de "Q-Processing" faz parte de um programa educacional mundial do CQI. Para os profissionais aprovados na avaliação final, será emitido um certificado de Processamento de Café CQI, que brevemente terá a mesma visibilidade e importância que atualmente caracteriza o Certificado Q e os próprios Q-Graders.


Acompanhe nossas fotos e veja como foram os seis dias de cursos. 

fique por dentro