fique por dentro

ARÁBICA INICIA A SEMANA COM PREÇOS EM ALTA NA BOLSA DE NOVA YORK

No mercado físico brasileiro não foi registrado grande avanço nos negócios nos últimos dias

Por: Fazenda Santa Cruz
03/10/2015

As cotações do café arábica operam em alta neste inicio de semana na Bolsa de Nova York. O mercado estende os ganhos da sessão anterior, quando registrou ligeiros ganhos. Nesta segunda-feira (14), o vencimento dezembro/15 anotava 118,40 cents/lb, o março/16 tinha 121,85 cents/lb, ambos com valorização de 185 pontos.


No mercado físico nacional, não foi registrado grande avanço nos negócios nos últimos dias. As oscilações são curtas nas praças de comercialização, o dólar mais alto ante o real ajuda a dar sustentação às cotações no Brasil.


Segundo os especialistas do Cepea, essa pequena volatilidade dos preços e o fôlego de caixa dado aos produtores pelas vendas de agosto têm desestimulado a oferta de novos lotes de café.


Na sexta-feira (11), o tipo cereja descascado teve maior valor de negociação na cidade de Guaxupé (MG) com saca cotada a R$ 528,00 e alta de 0,38%. Foi a maior variação no dia dentre as praças.




IBGE reduz previsão de safra de café do Brasil – De acordo com recentes números divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a safra de café do Brasil deste ano foi estimada em 43,7 milhões de sacas de 60 kg, queda de 1% ante a previsão divulgada em agosto. 


A previsão foi reduzida devido a uma menor produção de café arábica em Minas Gerais, Estado que responde por mais da metade da safra total do Brasil, o maior produtor e exportador global, apontou o IBGE.


A estimativa de safra nacional de café arábica foi apontada em 33 milhões de sacas, queda de 1,3% em relação à estimativa anterior. Em 2014, o Brasil produziu cerca de 45 milhões de sacas, segundo o instituto. 

fique por dentro